Resenha: As Crônicas de Bane por Cassandra Clare, Sarah Rees Brennan, Mauren Johson

18:55

Sinopse: Nesta edição ilustrada, são narradas as mais diversas aventuras do feiticeiro imortal Magnus Bane, das aclamada séries de Cassandra Clare. Entre escapadas no Peru e resgates reais na Revolução Francesa, acompanhe fragmentos da vida do enigmático mago ocorridos em diversos países e períodos históricos, com aparições de figuras conhecidas como Clary, Tessa, Will e Alec, personagens de Os Instrumentos Mortais e As Peças Infernais.
Título: As Crônicas de Bane
Autor(a): Cassandra Clare, Sarah Rees Brennan, Mauren Johson
Páginas: 392
Editora: Galera Record
Avaliação: 4/5

O Magnus é um dos meus personagens favoritos, eu amo a sua excentricidade, intensidade, senso de humor e - porque não?- sabedoria. O que ficou muito claro depois de ler tantos livros da Cassandra Clare (nove, no total) é a sua complexidade e a quantidade de bagagem que ele carrega por ter vivido por centenas de anos. Pegar um personagem tão carismático, com uma estória que desperta a curiosidade de todos os fãs e que traz um leque infinito de possibilidade e escrever suas aventuras foi uma ideia mais do que certeira. 


Como o próprio nome do livro já resume, As Crônicas de Bane é um compilado estórias de diversas épocas diferentes da vida de Magnus. Desde suas aventuras no Peru, passando por seu encontro com Maria Antonieta, sua estória com a família Herondale, suas aventuras em Nova Iorque até a sua relação com Alec.

Não vou mentir para vocês e dizer que gostei de todos os contos porque isso não aconteceu, enquanto eu sofri para chegar ao fim de alguns, outros simplesmente me sugaram para dentro da sua estória. E acho que foram duas as variáveis que interferiram nesse sentido. A primeira é a narrativa, porque em alguns contos chega a ficar bem visível que a Cassandra Clare não está escrevendo sozinha, parece que a estória não flui da maneira com que estamos acostumados e não possui as mesmas características. Mas, felizmente, isso acontece em apenas poucos casos. 

A segunda, e principal, é que eu me envolvi muito mais em estórias que se relacionam, de alguma maneira, com as séries que já conhecemos e, principalmente, quando trazem, nem que seja só um pouquinho, de personagens que amamos. Sério, foi incrível poder conhecer o pai do Will e ainda mais poder rever ele, a Tessa e outros personagens dessa época que eu não vou contar quais são (Sim, eu chorei nesse conto. Me julguem!). Eu me surpreendi muito com o conto sobre o Raphael, adorei poder ver o começo da relação do Magnus com muitos dos personagens presentes em Os Intrumentos Mortais e os contos sobre o Alec são simplesmente lindos! Mas além de poder ver mais personagens que já conhecemos outro ponto muito positivo foi poder conhecer outros ótimos como a Catarina e o Ragnor. Acho, que sem dúvidas, os personagens e as relações que eles possuem com o Magnus são os grandes pontos positivos de As Crônicas de Bane. 

Eu amo como as autoras conseguiram equilibrar as várias facetas do personagem na estórias, existem momentos mais pesados e mais sentimentais, assim como existem momentos super engraçados. (Destaque para as relações do Magnus com o Ragnor e com o Raphael, é hilário!) Isso faz com que a leitura siga naturalmente e não seja cansativa, ao variar de enfoque nos temas e sentimentos abordados. Outra coisa que me chamou muito a atenção foi o cuidado das autoras em contextualizar, mesmo que brevemente, a época histórica em que cada conto estava se passando. Achei incrível como eles conseguiram, por exemplo, mostrar a instabilidade social na Revolução Francesa ou o frenesi dos anos 20 no EUA, conhecido como Anos Loucos. Isso deu uma riqueza imensa aos contos e fez toda a diferença. 

Apesar de possuir os seus defeitos, eu amei poder conhecer um pouco mais sobre o Magnus e ter mais um gostinho da sua personalidade única e extravagante. As Crônicas de Bane é um livro que traz um sentimento de nostalgia, por poder rever personagens e estórias que já conhecemos e amamos, assim como também é um livro cheio de novas descobertas através de fatos que nunca tínhamos imaginado. Se você é fã da Cassandra Clare essa é, com certeza, uma leitura obrigatória para você.  

You Might Also Like

0 comentários

curta no facebook

confira o último vídeo

Newsletter